Compartilhar share

Região se mobiliza para Conferência Regional de Educação da Conae 2021-2022

Publicado em 13/10/2021 às 18:09 - Atualizado em 13/10/2021 às 18:09


Créditos: Onéris Lopes Baixar Imagem

Deflagrar o planejamento da Conferência Regional de Educação do Movimento da Comissão Organizadora Regional da Conferência Nacional de Educação – CONAE (2021-2022) prevista para 8 de dezembro de 2021. E definir a agenda de trabalho com os participantes da Comissão Organizadora Regional de Educação da Serra Catarinense (CORE/SC).
Foram os assuntos tratados por representantes de ao menos dez entidades, na manhã desta quarta-feira (13), em reunião articulada pelo coordenador do Programa Educação Municipal do Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense – CISAMA, Carlos Eduardo Moreira e o secretário executivo da Amures, Walter Manfroi
A reunião no auditório da Amures serviu tratar também, da agenda de trabalho com os participantes da CORE/SC, de acordo com o que foi acertado com o Fórum Estadual de Educação (FEE). Duas comissões especiais foram nomeadas. A de Mobilização e Divulgação e a de Monitoramento e Sistematização.
Caberá à primeira, atuar na logística para a realização da Conferência, propor e providencia formas de suporte técnico e a incumbência de garanti o acesso aos documentos orientadores da Conferência Regional e dentre outros, elaborar o Regimento Interno para a aprovação na Conferência.
Já a Comissão de Monitoramento e Sistematização trabalhará na organização das emendas aprovadas na Plenária Final e a relação de delegados da Conferência Regional para enviar ao FEE. Além de garanti a acessibilidade e condições de participação às pessoas com deficiência, promovendo a inclusão de todos na IV CONAE/SC (2021-2022).
“No dia 21 de outubro teremos uma nova reunião para tratar dos encaminhamentos postos às comissões. O fluxo é a discussão na escola, depois no âmbito do municipal, regional, estadual e nacional, para compor o futuro Plano Nacional de Educação. A previsão é em abril de 2022 a Conferência Estadual, onde serão tirados os delegados para a nacional em novembro de 2022”, explica Carlos Moreira.
A articulação da Serra Catarinense está em consonância com o Fórum Nacional de Educação (FNE) que é o espaço de interlocução entre a sociedade civil e o Estado brasileiro. Esta era uma reivindicação histórica da comunidade educacional e fruto de deliberação da Conferência Nacional de Educação.


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar